MONITORAMENTO E GESTÃO DO ENFRENTAMENTO À EPIDEMIA
Como podemos usar a tecnologia para ganhar escala no monitoramento, comunicação e enfrentamento da pandemia

INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

QUEM PODE PARTICIPAR?

Empresas, negócios de impacto, entidades privadas sem fins lucrativos, Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica (ICTs) públicas e privadas, cidadãos brasileiros e estrangeiros em situação regular no país, a partir de 18 anos de idade, individualmente ou em grupo.

DESCRIÇÃO DO PROBLEMA

Estudos recentes indicam que medidas de distanciamento social adotadas para conter a pandemia do Covid-19 por si só não serão suficientes para impedir a sobrecarga do sistema de saúde.

Ao passo em que elas nos permitem ganhar tempo para gerir a crise, há necessidade de desenvolvimento de soluções aplicadas à realidade brasileira que ampliem a capacidade do governo e do sistema de saúde nacional de identificar, prever, informar e tratar a epidemia. 

Soluções apoiadas em tecnologia e ciência de dados trazem a oportunidade de dar escala ao monitoramento e enfrentamento da pandemia e, por isso, são o objeto deste desafio.

BRIEFING

>> Por que isso é um problema?
  • Produzir, congregar e compartilhar informações em tempo real sobre o avanço da doença em um território de grandes dimensões é um desafio. Sem informações confiáveis e tempestivas, a capacidade do sistema de saúde de prever a quantidade de novas infecções e sua distribuição pelo território fica comprometida.
  • O combate à epidemia requer ações de comunicação assertivas junto a grupos populacionais específicos, entregando informação correta e convincente à população, sem que ela tenha de buscá-la ativamente. Tais ações podem permitir maior adesão a comportamentos adequados à contenção da epidemia, bem como reduzir o estresse diante de situações de incerteza.

As unidades de saúde sofrem com a falta desde insumos e equipamentos, em especial para o tratamento de casos mais complexos. Ganhar escala na produção, distribuição e/ou utilização desses itens é essencial para evitar o colapso do sistema.

>> Como podemos usar a tecnologia para ganhar escala no monitoramento e enfrentamento da epidemia?

Com esse grande desafio, surgem também diferentes oportunidades de inovação, como nos exemplos a seguir:

#monitoramento: Como fortalecer a capacidade do estado brasileiro de monitorar a epidemia?

#modelospreditivos: Como desenvolver modelos preditivos adequados à realidade nacional capazes de informar ações de contenção e tratamento?

#informação: Como entregar informação correta e convincente à população sem que ela tenha de buscá-la ativamente?

#confiança: Como aumentar a confiança dos mercados por meio de informações confiáveis sobre o progresso no combate à Covid-19?

Essas oportunidades de inovação são apenas exemplificativas. Quaisquer iniciativas, ideias e soluções voltadas para permitir o uso da tecnologia para ganhar escala no monitoramento e enfrentamento da epidemia são muito bem vindas!

REFERÊNCIAS E RECURSOS ADICIONAIS

Impact of non-pharmaceutical interventions (NPIs) to reduce COVID-19 mortality and Healthcare demand
Fonte: Imperial College

Response to COVID-19 in Taiwan: Big Data Analytics, New Technology, and Proactive Testing
Fonte: JAMA Network

Substantial undocumented infection facilitates the rapid dissemination of novel coronavirus (SARS-CoV2)
Fonte: ScienceMag

Nowcasting and forecasting the potential domestic and international spread of the 2019-nCoV outbreak originating in Wuhan (…)
Fonte: The Lancet