imagem de fundo

Ciclos de inovação aberta para transformação das operações e da logística no e-commerce nacional

Sobre os Desafios do E-commerce

As vendas digitais estão num momento de grande expansão, com crescimento de 41% no faturamento no último ano e 23% mais consumidores. Mas alguns obstáculos logísticos e fiscais ainda trazem barreiras para o amplo aproveitamento desse crescimento. Os Desafios de E-Commerce são ciclos de inovação aberta que buscam soluções de mercado inovadoras, com alto potencial de melhoria e transformação das operações e da logística no ambiente de comércio eletrônico nacional. O Ministério da Economia convida a sociedade civil a propor soluções de mercado para alavancar o desenvolvimento do e-commerce. Conheça os desafios abaixo e inscreva-se!

Desafios

#logísticasimples

Desafio 1

Otimização do Frete de Retorno

Como podemos otimizar a carga transportada nos veículos que voltam vazios de estados no Norte, Nordeste e Centro-Oeste para as regiões Sul e Sudeste, reduzindo a quantidade de veículos que voltam subocupados dessas regiões?

#fretefácil

Desafio 2

Novas Formas de Entregar

Como podemos viabilizar novas formas de entrega para ampliar a participação de pequenos e médios empreendedores com baixo volume de vendas no comércio eletrônico?

#ICMSimples

Desafio 3

Simplificação da Substituição Tributária no ICMS

Como podemos ajudar pequenos e médios empreendedores a acessar e compreender com facilidade as informações sobre substituição tributária do ICMS, para reduzir os riscos de operar no comércio eletrônico?

Desafio 1

Otimização do Frete de Retorno

O consumo de mercadorias do comércio eletrônico no Brasil está concentrado nas regiões Sul e Sudeste. Juntas, essas regiões retém 81% dos consumidores do comércio eletrônico nacional. A produção de mercadorias segue a mesma lógica: 58% das sedes de e-commerces ficam no Sudeste, e 18% no Sul, contra 12%, 9% e 3% no Nordeste, Centro-Oeste e Norte, respectivamente.

O resultado disso é que empresas de logística sofrem com a assimetria do balanço de carga. Veículos que saem de estados nessas regiões para realizar entregas em no Norte, no Nordeste e no Centro-Oeste não voltam com sua capacidade máxima de ocupação - às vezes chegam até a voltar vazios. Como resultado, o valor do frete de entrega nestas regiões aumenta consideravelmente.

Os participantes deste desafio deverão pensar em soluções que tragam visibilidade e acesso aos pedidos de carga que se deslocam das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste para Sul e Sudeste, para baratear o frete para essas regiões. Buscamos soluções que facilitem o contato entre esses veículos que voltam subocupados dessas regiões e clientes interessados em fretes que venham das regiões. Deverão assegurar, ainda, que as soluções sejam acessíveis para empresas de pequeno e médio porte: as mais prejudicadas com o problema hoje. Para saber mais detalhes sobre este desafio, faça o download do briefing na seção de documentos do site.

Desafio 2

Novas Formas de Entregar

Pequenos e médios empreendedores encontram limitações para se inserir no ecossistema do comércio eletrônico. O baixo volume transacionado por empreendedores destes grupos impede que eles utilizem serviços de fulfillment, ofertados pelos grandes varejistas do país, cujos marketplaces representam 95% das vendas de comércio eletrônico no Brasil. O serviço de fulfillment consiste em armazenar quantidades de produtos em regiões mais próximas dos centros urbanos - o que gera uma redução considerável no valor do frete. Por não terem acesso a esses serviços, pequenos e médios empreendedores precisam de novas formas de entrega que facilitem sua inclusão no comércio eletrônico.

Os participantes deste desafio deverão pensar em soluções que ampliem as alternativas de entrega existentes, facilitando a operação do pequeno e do médio empreendedor. Outro ponto chave é que a proposta deverá criar conexões entre o varejo físico e digital. Para saber mais detalhes sobre este desafio, faça o download do briefing na seção de documentos do site.

Desafio 3

Simplificação da Substituição Tributária no ICMS

As regulações fiscais da substituição tributária do ICMS dificultam a atuação de pequenos e médios empreendedores no Brasil. Além de ter especificações diferentes em cada estado, a regulamentação é muito extensa e tem linguagem complexa. Como os pequenos e médios empreendedores não costumam ter departamentos de orientações consultivas para questões fiscais, eles fazem suas vendas com pouca ou nenhuma visibilidade sobre esse tributo. Por isso, muitas vezes recolhem o imposto incorretamente e podem ser multadas ao ponto de terem até que fechar seus negócios.

Os participantes deste desafio deverão pensar em soluções digitais para que pequenos e médios empreendedores tenham formas facilitadas para acessar e interpretar informações e atualizações da substituição tributária do ICMS nos diferentes estados do Brasil, de forma que o benefício de operar no comércio eletrônico seja maior do que o risco. Para saber mais detalhes sobre este desafio, faça o download do briefing na seção de documentos do site.

Cronograma

10

junho

Webinar de lançamento

Horário: 18h
No canal de YouTube da Enap.
Clique aqui para ver a gravação.

23

junho

1º Plantão de dúvidas

Horário: 12h no Zoom.
Clique aqui para ver a gravação.

30

junho

2º Plantão de dúvidas

Horário: 18h30 no Zoom.
Clique aqui para ver a gravação.

15

julho

Último plantão de dúvidas

Horário: 18h30 no Zoom.
Clique aqui para participar.

21

julho

Encerramento do prazo de submissão das propostas

Horário: 00h

09

agosto

Divulgação do resultado preliminar dos 5 finalistas

Horário: A partir das 13h

10

agosto

Abertura do prazo para recurso sobre 5 finalistas

Horário: 10h

12

agosto

Divulgação do resultado final dos 5 finalistas

Horário: 10h

17

agosto

Webinar de início da Segunda Fase

Horário: 10h

24

agosto

Formação sobre prototipagem

Horário: 10h

31

agosto

Formação sobre modelagem de negócios

Horário: 10h

08

setembro

Formação sobre elaboração de pitches

Horário: 10h

15

setembro

Encerramento do prazo de submissão dos materiais da Segunda Fase

Horário: 00h

06

outubro

Cerimônia de premiação dos vencedores

Horário: 10h

Primeira Fase

Os 5 finalistas do Desafio 1 passam para a

Segunda Fase

Os 5 finalistas do Desafio 2 passam para a

Segunda Fase

Os 5 finalistas do Desafio 3 passam para a

Segunda Fase

Segunda Fase

Vencedores do
Desafio 1 participam do programa de aceleração da
Wylinka e o 1º lugar

recebe
R$ 50 mil

Vencedores do
Desafio 2 participam do programa de aceleração da
Wylinka e o 1º lugar

recebe
R$ 50 mil

Vencedores do
Desafio 3 participam do programa de aceleração da
Wylinka e o 1º lugar

recebe
R$ 50 mil

Perguntas Frequentes

O ciclo de inovação aberta Desafios do E-commerce começa no dia 8 de junho e vai até o dia 6 de outubro. E ele será dividido em duas fases.

A primeira fase acontece entre os dias 8 de junho e 21 de julho, e contempla a avaliação das propostas por meio das respostas ao formulário de inscrição e de um vídeo explicativo sobre a solução. Ao final dessa etapa, serão selecionadas 5 propostas finalistas por desafio.

A segunda fase acontece entre os dias 17 de agosto e 15 de setembro, e contempla a avaliação das propostas finalistas de acordo com pitches, modelos de negócios e/ou protótipos, a depender do desafio. Ao final dessa etapa, serão selecionados 3 vencedores para cada desafio.
O edital com todas as regras de participação pode ser encontrado na seção de documentos deste site.
Cerca de 30 pessoas ou grupos costumam se inscrever em cada um dos desafios. Sendo assim, para o ciclo de Desafios de E-commerce como um todo, seriam esperados cerca de 90 participantes.
O período de inscrição vai de 8 de junho a 21 de julho. Para se inscrever, preencha este formulário.
Sim. Qualquer cidadão brasileiro ou estrangeiro registrado no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e em situação regular no país, com a partir de 18 anos de idade completos no momento da premiação, poderá se inscrever individualmente.
Não há limite para o tamanho das equipes. Porém, no ato da inscrição, cada equipe deverá indicar no formulário um representante, que será o ponto de contato entre o grupo e os organizadores do desafio.
Sim, isso porque os membros da sua equipe deverão ser indicados no formulário de inscrição.
A propriedade intelectual das soluções desenvolvidas será da equipe ou do indivíduo responsável pela solução.
Empresas, startups, negócios de impacto, entidades privadas sem fins lucrativos, Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica (ICTs) públicas e privadas e também a cidadãos brasileiros e estrangeiros registrados no Cadastro de Pessoas Físicas - CPF e em situação regular no país, a partir de 18 anos de idade completos no momento da premiação.
Desafio 1: Os participantes deste desafio deverão pensar em soluções que tragam visibilidade e acesso aos pedidos de carga que se deslocam das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste para Sul e Sudeste, com o objetivo final de reduzir a quantidade de veículos que voltam subocupados dessas regiões. Os participantes deverão assegurar, ainda, que as soluções tenham baixo custo, de forma que possam ser absorvidas por empresas de pequeno e médio porte, que são as mais prejudicadas com o problema atualmente.

Desafio 2: Os participantes deste desafio deverão pensar em soluções que ampliem as alternativas de entrega existentes, facilitando a operação do pequeno e do médio empreendedor que não tenha acesso ao serviço de fulfillment. Outro ponto chave é que a solução proporcione conexões entre o varejo físico e digital. Os participantes deverão se assegurar que as soluções tenham baixo custo, de forma que possam ser absorvidas por empresas de pequeno e médio porte, as mais prejudicadas pelo problema hoje.

Desafio 3: Os participantes deste desafio deverão pensar em soluções digitais para que pequenos e médios empreendedores tenham formas facilitadas para acessar e interpretar informações e atualizações da substituição tributária do ICMS nos diferentes estados do Brasil, de forma que o benefício de operar no comércio eletrônico seja maior do que o risco. Os participantes deverão assegurar que as soluções tenham baixo custo, de forma que possam ser absorvidas por empresas de pequeno e médio porte.
A inscrição nos desafios é gratuita.
Os desafios são divididos em duas fases.

A primeira fase acontece entre os dias 8 de junho e 21 de julho, e contempla a avaliação das propostas por meio das respostas ao formulário de inscrição e de um vídeo explicativo sobre a solução. Ao final dessa etapa, serão selecionadas 5 propostas finalistas por desafio.

A segunda fase acontece entre os dias 17 de agosto e 15 de setembro, e contempla a avaliação das propostas finalistas de acordo com pitches, modelos de negócios e/ou protótipos, a depender do desafio. Ao final dessa etapa, serão selecionados 3 vencedores para cada desafio.
Para se inscrever em um dos três desafios, você deverá responder às perguntas do formulário de submissão de propostas e subir, também por meio do formulário, o link de um vídeo explicativo sobre sua proposta (de até 3 minutos de duração). Para se inscrever, preencha este formulário.
Sim, você ou sua equipe poderão se inscrever em dois desafios do ciclo simultaneamente.
Os critérios para cada desafio na primeira fase são:

Desafio 1
I - Potencial de escala da solução com foco em pequenos e médios negócios;
II - Criatividade e inovação da solução;
III - Viabilidade financeira; e
IV - Capacidade para o desenvolvimento da solução.


Desafio 2 I - Potencial de escala da solução com foco em pequenos e médios negócios;
II - Criatividade e inovação da solução;
III - Viabilidade financeira; e
IV - Capacidade para o desenvolvimento da solução.


Desafio 3
I - Aderência ao problema;
II - Criatividade e inovação da solução;
III - Potencial de escala da solução com foco em pequenos e médios negócios; e
IV - Linguagem simples.
As cinco propostas melhor pontuadas de acordo com os critérios da primeira fase são selecionadas para a segunda fase.
Os critérios para cada desafio na segunda fase são:

Desafio 1
I - Potencial de escala da solução com foco em pequenos e médios negócios;
II - Criatividade e inovação da solução;
III - Viabilidade financeira; e
IV - Capacidade para o desenvolvimento da solução.


Desafio 2
I - Potencial de escala da solução com foco em pequenos e médios negócios;
II - Criatividade e inovação da solução;
III - Viabilidade financeira; e
IV - Capacidade para o desenvolvimento da solução.


Desafio 3
I - Aderência ao problema;
II - Criatividade e inovação da solução;
III - Potencial de escala da solução com foco em pequenos e médios negócios;
IV - Clareza e efetividade da linguagem utilizada;e
V - Experiência do usuário.
Para os Desafios 1 e 2, espera-se que os participantes desenvolvam um pitch sobre suas soluções, além de um modelo de negócios.

Já para o Desafio 3 espera-se que os participantes desenvolvam um protótipo capaz de tangibilizar a solução digital proposta pelo grupo na primeira etapa. Ele deverá ser elaborado em formato digital e poderá ser construído em plataformas como o Powerpoint, Figma, Miro, InVision, Pop App, entre outros.
As cinco propostas melhor pontuadas na primeira fase de cada um dos Desafios 1, 2 e 3 passam para a segunda fase.

Na segunda fase, são premiadas as três propostas melhor pontuadas para cada um dos Desafios 1, 2 e 3. Os primeiros lugares receberão o prêmio de R$ 50 mil e uma vaga nem um programa de aceleração de negócios da Wylinka.. Os segundo e terceiro lugares receberão uma vaga no programa de aceleração de negócios, que será detalhado em outro documento de chamamento público.
Os vencedores dos Desafios 1, 2 e 3, assim como os segundos e terceiros colocados nos editais, poderão participar do programa de aceleração de negócios da Wylinka. O programa será 100% online e contempla:

- Fomento à cultura empreendedora;

- Promoção de capacitações, mentorias e consultorias para evolução do modelo de negócio e criação de um produto mínimo viável;

- Conexão das as soluções geradas com empresas, órgãos públicos e outros parceiros para desenvolvimento e transferência de tecnologia.

Realização

Apoios

Enap
Catálise Social

Parceiros

Wylinka